Como obter sucesso no curso de Anatomia?

Padrão

Pesquisas na área da educação biomédica indicam que uma das principais razões para a Anatomia ser vista como um curso (muito) difícil está na inexperiência dos estudantes no ensino superior, já que a Anatomia é um dos primeiros temas que os estudantes são apresentados. Mas esta inexperiência não deve ser uma barreira. Utilizar e desenvolver metodologias que facilitem o aprendizado é papel fundamental do corpo docente para que os objetivos de ensino sejam alcançados.

Por ser um passo fundamental para a formação em saúde, estar aberto às experiências é o primeiro passo para se dar bem no curso de Anatomia. Considerando que a Anatomia não é um fim e sim um meio para completar a sua formação, é importante lembrar que quanto mais se envolve, mais sólida se torna a sua formação.

A seguir, elencamos algumas dicas para que possa aproveitar ao máximo do seu curso de Anatomia (e, claro, obter sucesso enquanto estudante e futuro profissional):

  • Apareça sempre que possível no laboratório.
Por ser um curso teórico-prático, além do domínio dos aspectos conceituais, a sua aprendizagem também será verificada com base no domínio na prática. Quanto mais você pratica, mais informações se estabilizam em sua memória.
    • Otimize o seu tempo no laboratório revisando o assunto com antecedência.

      Isso irá ajudar você a concentrar seu tempo no laboratório de forma mais sistemática. Tente organizar uma sequência lógica para os estudos e focar nos pontos mais complicados para você.
      • Não deixe para estudar na noite anterior ao exame.

        A aquisição do vocabulário anatômico requer um pouco de tempo e treino. Lembre-se, boa parte desse vocabulário você deverá usar por toda a sua vida profissional já que é uma das bases do “dicionário biomédico”. Sendo assim, se você procrastinar, haverá muito para aprender em pouco tempo.
      • Prefira estudar pouco, mas com frequência.

        Longas maratonas de estudo não são recomendadas. Seu sistema nervoso aprende melhor se você estudar um pouco várias vezes. Use estratégias diferentes para não se cansar do livro: vídeos na internet, imagens, discussão com os colegas, etc. Tudo isso conta como estudo!
      • Sistematize seu estudo.

        Uma das estratégias mais recomendadas é inicialmente compreender o tema como um todo. No primeiro contato com o tema, leia até o fim (mesmo que não entenda tudo). É importante ter uma imagem mental de como o “quebra-cabeças” se organiza (e não se preocupe se as peças não fazem sentido nesse momento). Organize as peças do tema em grupos de acordo com o assunto em questão, e somente depois dedique seu tempo a montá-las, grupo por grupo, conforme o nível de complexidade.
      • Considere estudar com um colega ou em um pequeno grupo.

        Diversas pesquisas na educação biomédica em Anatomia são unânimes ao considerar a importância do aprendizado por pares. Especialmente nas práticas do laboratório, o estudo em grupo permitirá fixar o conteúdo, ajudar seus colegas, identificar seus erros e, ainda, aprender a trabalhar em equipe.
      • Estude com o maior número de órgãos ou doadores possível.

        Na maioria das vezes não há como saber qual dos órgãos disponíveis no laboratório estará no exame. E no futuro, você nunca saberá quais as características do paciente que chegará em seu consultório. Portanto, ter contato com o maior número possível de estruturas fará com que você se familiarize com as estruturas em questão. Isto fará com que você consolide o seu aprendizado sobre os padrões de variação anatômica. Afinal, cada indivíduo é único.
      • Tente desenvolver esquemas ou desenhos que ajudem a representar órgãos mais complexos.

        Não precisa ser um bom artista. Esquematizar ou desenhar estruturas e suas relações são ótimas estratégias para visualizar mentalmente algo dito “complexo”. Caso tente usar esta técnica, você verá que tudo que já estudou antes podia ter sido fixado com maior rapidez e eficiência.
      • Caso tenha dificuldade com o curso ou seu desempenho esteja aquém das suas expectativas, procure seu professor.

        E não, isto não tem haver com capacidade de aprendizado. Em todas as circunstâncias, seu professor tem o dever de ajudá-lo a alcançar seus objetivos.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s